O ABACATEIRO RESILIENTE

Sim, eu chorei comendo um abacate!

Talvez eu seja a mulher mais boba do mundo por isso, ou por escrever sobre isso. Mas o que me emocionou foi o fato de eu conhecer a história desse abacateiro.

Meu pai o plantou. Quando começou a crescer, nossa cachorra na época (uma enorme Mastim Napolitano) amassou seu tronco ainda tão fraquinho. Minha mãe pensou várias vezes em cortar, mas acabava deixando pra depois e ele ia crescendo ali, todo desengonçado.

Passaram-se anos e só víamos um tronco torto, mas com folhas tão verdinhas e uma sombra gostosa.

Vieram as épocas de chuvas, tempestades, o vento o dobrou até ao chão por muitas vezes. Tivemos que o escorar. E ele?

Ele continua crescendo, pra frente, torto e desengonçado, mas agora carregado de frutos!!!

E hoje eu comi do fruto que eu não acreditei que ele fosse capaz de produzir.

Isso me fez pensar na vida, na condição nem sempre favorável em que nos encontramos.

Mas existe um propósito, existe um motivo maior além de nossas forças. Assim como essa árvore, também temos que produzir frutos!

Diante das adversidades, sejamos resilientes. Temos uma missão a cumprir, há um objetivo para todas as coisas. Serviremos também de inspiração para alguém louvar a Deus! 

Texto: Thalita Couto

Assista ao clipe “Sê Forte Corajoso – Prisma Brasil”

 

The following two tabs change content below.
Uma pequena mulher carregando uma considerável bagagem de experiências. Disposta a aprender e a ensinar. Amante de tudo aquilo que é grande em essência!

Latest posts by Thalita Couto (see all)

Receber lindas mensagens do site